Participe ao vivo

  • Plantão Brasil Sul 1ª Edição

    Nelson Almagro

Participe na programação ao vivo da Brasil Sul!

Esportes

»
Próxima
Londrina Esporte Clube: Londrina tem exibição de ...

Londrina Esporte Clube: Artilheiro pelo mundo, Brandão aproveita estrutura do Londrina para se tornar treinador


Ex-atacante, que cursa a “Licença B” de treinadores da CBF, faz estágio no CT da SM Sports com a equipe do LEC Sub-19.

Reportagem de Radio Brasil Sul

Ídolo na Europa e artilheiro pelos clubes que passou tanto no Brasil quanto no exterior, o atacante Brandão se dedica agora a um novo desafio no esporte. Depois de encerrar a carreira como jogador no fim da temporada passada, ele se prepara para ser treinador de futebol.
 

Preparação que fez o também ex-centroavante da equipe principal do Londrina Esporte Clube na temporada 2017 escolher a estrutura do CT da SM Sports e os profissionais do Alviceleste para o estágio. É uma das etapas obrigatórios do curso de formação de treinadores da CBF, ao qual ele tem se dedicado.
  

“Estou muito feliz neste novo desafio na minha carreira”, afirma Brandão. “Agradeço ao Londrina e à SM Sports por me darem essa oportunidade de fazer este estágio aqui”, continua o futuro treinador, que está estudando para a “Licença B”, da CBF. Com ela, já poderá comandar, já a partir do ano que vem, equipes de base até a categoria Sub-20.
  

“Aprendi muito no curso e agora estou aprendendo muito aqui no estágio”, destaca Brandão. “Pela estrutura que o Londrina oferece, já favorece muitas coisas nesse processo. “Estou aprendendo muito com o Alemão [técnico do LEC Sub-19] e sua comissão técnica, aspectos que vão desde a administração dos trabalhos aos jogadores durante os treinos até o dia a dia dos atletas”, continua o ex-atacante.

Futuro 
Com a identificação que tem pelo Londrina, claro que o atacante não descarta a possibilidade de um dia dirigir o Alviceleste. Sonho que o Brandão “pai” (Sebastião da Silva Brandão, pai de Brandão e artilheiro do LEC na campanha que levou o Alviceleste ao quarto lugar do Brasileiro da Série A de 1977) não deu sequência.
 

“Fazer o curso foi inclusive uma sugestão do meu pai”, revela Evaeverson Lemos da Silva, o Brandão “filho”. “Na época que meu pai encerrou a carreira, ele até recebeu convites para se tornar treinador, mas não quis seguir nessa carreira”, conta.
 

“Claro que respeitando o trabalho de todos, mas sonho em trabalhar um dia não só aqui no Londrina como também fora do país, ter a oportunidade de quebrar esse paradigma de que nenhum treinador brasileiro se destaca na Europa. Estou aprendendo ainda, mas acho que estou no caminho certo”, completa.

Estilo 
Quanto ao estilo no trabalho à beira do campo e na condução do dia a dia de treinos do elenco, Brandão define que será um treinador com o perfil “equilibrado” - ora paizão nos momentos que o time assim precisar, ora mais enérgico nas cobranças. E já lista algumas referências para quando ele for levar a prancheta a campo pela primeira vez.
  

“Aprendi com todos os treinadores com que trabalhei”, reconhece. “Mas acho que procurarei me espelhar mais no Didier Deschamps, campeão da Copa do Mundo agora com a França e que foi meu treinador, no míster [Mircea] Lucescu, que hoje está na Seleção da Turquia, ou então no Bernd Schuster, que foi meu treinador no Shakhtar Donetsk e depois campeão Real Madrid”, lista. “São grandes profissionais, que certamente serão referências para a minha carreira”, encerra. 

Fonte: Londrina Esporte Clube

Foto: Gustavo Oliveira / Assessoria de Imprensa LEC