Participe ao vivo

  • Programa Edy Pneus

    Edy Pneus

Participe na programação ao vivo da Brasil Sul!

Esportes

«
Anterior
André Moritz acredita em jogo equilibrado com a P...
»
Próxima
Volante Kesa fala da evolução da equipe e sua no ...

“Entrega e dedicação é o mínimo que podemos fazer”, destacou Johnny Gonçalves


Técnico Johnny Gonçalves falou sobre a entrega da equipe, que o torcedor Alviceleste merece toda a disposição das atletas

Reportagem de Radio Brasil Sul

A equipe feminina do Londrina Esporte Clube/ Tsuru Oguido foi superada no último domingo (06), pela equipe ADI Foz Cataratas FC por 3 a 0, no Estádio Vitorino Gonçalves Dias, na última partida do Tubarão diante do seu torcedor no Campeonato Paranaense Feminino.

 

O técnico Johnny Gonçalves falou sobre a entrega das atletas. “Falo por mim e por todas as atletas, nós nos sentimos abraçados pelo Londrina, por todos, diretoria, supervisão, o torcedor e isso [entrega e disposição] é o mínimo que podemos fazer, sem contar o brilho no olho, acho que o torcedor consegue ver o brilho no olho das meninas, o prazer e a satisfação de vestir essa camisa do Londrina Esporte Clube, jogar no Estádio Vitorino Gonçalves Dias e é uma satisfação enorme”, destacou Johnny.

 

O treinador comentou sobre o desempenho da sua equipe, que gols sofridos cedo nas partidas atrapalharam no resultado final e lamentou que os resultados não foram os esperados, apesar da entrega das jogadoras. “Percebemos que os gols sofridos no início do jogo tiram um pouco do nosso trabalho, mas sabemos que é uma equipe nova, enfrentamos a equipe do Foz que é a atual campeã e atual líder do campeonato, as meninas lutaram do começo ao fim, o torcedor compareceu, o torcedor gosta de ver nossa equipe jogando, os resultados não estão condizendo com o nosso desempenho. No geral, ficamos muito feliz, pela entrega, pela dedicação das meninas, saio com o sentimento da derrota, mas pelo desempenho e a entrega, saio feliz”, declarou o treinador da equipe.

 

Foram três jogos no Estádio VGD e o comandante da equipe, comentou a experiência de ter o torcedor ao seu lado e como isso foi fundamental para o desempenho das meninas. “É uma sensação ímpar, realmente nos sentimos acolhidos, o torcedor do Londrina acompanha o jogo do começo ao fim, gritando, independente do resultado. Sabemos que o futebol precisa de resultado, mas tudo tem seu tempo, é uma equipe jovem, é uma equipe que está crescendo, que está evoluindo e em relação a atmosfera criada, é maravilhosa para todos”, afirmou o técnico.

 

A atacante Marcela também comentou sobre os jogos diante da torcida, já que ela é londrinense e teve em todas as partidas o apoio da sua família e amigos. “Foi uma experiência incrível, que levarei para a vida, nunca vou esquecer, foi muito bom poder jogar diante da torcida, da minha família, dos meus amigos, que puderam acompanhar o que gosto de fazer e espero que possa dar felicidade para eles”, finalizou a camisa sete do Londrina.

 

A equipe Alviceleste ainda tem um último confronto pelo Campeonato Paranaense, neste domingo (13), às 15h, no Estádio Octávio Silvio Nicco, em Curitiba (PR), contra o Imperial FC. A partida vale a 3ª colocação do campeonato para o Tubarão.

Fonte: Londrina EC

Foto: Gustavo Oliveira/LEC