Participe ao vivo

  • Musical Brasil Sul

    Rádio Brasil Sul

Participe na programação ao vivo da Brasil Sul!

Esportes

«
Anterior
Atento a "oportunidades na crise", Palmeiras não ...
»
Próxima
Federação Paulista se reúne com clubes e decide e...

Londrina Esporte Clube: “É um orgulho que tenho”, relata Matheuzinho


Ex-lateral do Londrina visita o Memorial Edson Henrique dos Santos e lembra do início da sua carreira e passagem pela Seleção Brasileira

Reportagem de Londrina Esporte Clube

O lateral-direito Matheuzinho, de 19 anos, que foi revelado no Londrina Esporte Clube e atualmente está no Flamengo, visitou nesta quarta-feira (27), o Estádio Vitorino Gonçalves Dias e o Memorial Edson Henrique dos Santos. Pela primeira vez, o atleta viu sua foto no local de quando vestiu a camisa da Seleção Brasileira de base.

Matheuzinho ao entrar no Estádio VGD, lembrou dos momentos que passou na sua formação como jogador. “Passei muita coisa aqui no VGD, o que veio foi a saudade, que todo dia vinha aqui, treinava, as vezes em baixo de chuva e sol, mas sempre com alegria, dá uma saudade muito grande do VGD, onde eu criei muitos amigos que até hoje eu levo, então dá uma nostalgia de quando jogava no Londrina e é uma saudade muito boa”, destacou o jogador.

Ao entrar no Memorial Edson Henrique dos Santos, o atleta foi direto para o local onde estão as fotos dos jogadores do Londrina que vestiram a camisa da Seleção Brasileira e pôde ver pela primeira vez sua foto junto com atletas como: Élber, Márcio Alcântara, Alexandre Bianchi, Everton e outros. “Eu sinto orgulho porque eu falei algumas vezes quando fui convocado, fui convocado pelo time que abriu as portas para mim, que me criou, que é o Londrina, clube da minha cidade, então o orgulho é o que mais aparece para mim, orgulho de ver minha foto ali no meio de tantos craques”, enfatizou Matheuzinho.

O lateral-direito foi convocado em novembro de 2018, onde participou dos amistosos contra a Colômbia pela Seleção Brasileira sub-20 e afirmou o orgulho de estar ao lado de tanto craques criados no Tubarão para o mundo. “Tenho que agradecer, é um orgulho que tenho, de estar no meio de tantos atletas que foram grandes nomes do futebol brasileiro e tão importantes para o Londrina, sinto orgulho de estar marcado para sempre na história do Tubarão”, comentou o atleta.

Ainda viva na memória de Matheuzinho, ele relembrou como ficou sabendo da convocação. “Estávamos aquecendo no treinamento antes do jogo contra o Criciúma, aí o Ocimar Bolicenho me chamou no canto e disse que tinha uma boa notícia para mim, mostrou no celular a convocação, não acreditei muito, mas depois no vestiário, o professor e o Sérgio falaram para todo o grupo, então foi caindo a ficha, aí a galera veio me dar os parabéns para a convocação, ali foi começando a cair a ficha que tinha sido convocado para a Seleção”, finalizou Matheuzinho.

O jogador também deixou sua assinatura no quadro com sua foto vestindo a camisa do Brasil.

Foto: Jefferson Bachega/LEC