Participe ao vivo

  • Musical Brasil Sul

    Rádio Brasil Sul

Participe na programação ao vivo da Brasil Sul!

Esportes

«
Anterior
Lucas Veríssimo cita sonho realizado com renovaçã...
»
Próxima
Reforços de Cotia: São Paulo quer usar garotos do...

Corinthians encaminha retorno de Jô, mas atacante não tem pressa para fechar negócio


Livre de clube japonês, jogador alinha condições para terceira passagem pelo Timão

Reportagem de Globo Esporte

Corinthians não perdeu tempo após ser informado que Jô rescindiu contrato com o Nagoya Grampus, do Japão, e intensificou as conversas para recontratar o atacante. Nos últimos dias, a negociação evoluiu e, embora ainda restem detalhes contratuais a serem ajustados, o Timão deixou encaminhada a volta do jogador ao clube.

Apesar de animado com a chance de defender o Corinthians pela terceira vez, Jô não tem pressa para sacramentar a transferência. Ainda esperando possíveis propostas dos Emirados Árabes Unidos, ele leva as tratativas com o Timão em banho-maria.

Aos 33 anos, Jô acredita que poderia fazer um último bom contrato no exterior antes de encerrar a carreira no Brasil. O dólar valorizado em relação ao real deixa essa possibilidade ainda mais atrativa.

Porém, até o momento, Jô recebeu apenas sondagens do Oriente Médio e nenhuma proposta. Um clube sinalizou que poderia avançar nas negociações, mas precisaria de tempo para abrir uma vaga para estrangeiro em seu elenco.

O Al-Ittihad, time da Arábia Saudida comandado pelo técnico Fábio Carille, foi outro que manifestou desejo de tê-lo, mas não avançou.

Enquanto isso, Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, fica na cola do atacante na tentativa de bater o martelo na contratação. O clube não se preocupa com a concorrência no Brasil, mas teme que algum estrangeiro atravesse o negócio.

Embora faça marcação cerrada no jogador, o discurso da diretoria alvinegra é de cautela e paciência.

– Temos monitorado o mercado, é nossa função, mas hoje é uma situação diferente vivida no mundo. Responsabilidade e pés no chão. Estamos em uma redução de folha de pagamento desde o ano passado para esse. É preciso ter cuidado nos números até porque é impossível prever quando vai ser a volta do futebol, economia no mundo. Todas as empresas passam por dificuldades, e Corinthians não é diferente. Existe, sim, acompanhamento diário da situação dele (Jô). Ele começou aqui, fez muito sucesso aqui, teve excelente passagem em 2017. Se existir a chance dentro de valores compatíveis, sem fazer loucura, ele pode vir. Fora isso, não. Não dá para falar agora – declarou o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves.

O contrato alinhado entre Corinthians e Jô tem duração até 2022. A informação foi publicada inicialmente pelo "Yahoo Esportes" e confirmada pelo GloboEsporte.com.

O atacante tinha contrato com o Nagoya Grampus até o fim do ano, mas no mês passado acertou a saída antecipada. Ele ainda discute com o clube japonês um valor que considera ter direito a receber, mas já está livre para fechar com outro clube.

Desde o começo da temporada, quando ficou mais evidente que Jô não teria espaço com o técnico italiano Massimo Ficcadenti, o Corinthians passou a acompanhá-lo de perto. O fato de já contar com Mauro Boselli e Vagner Love no elenco não impediu a diretoria alvinegra de tentar a contratação de mais um atacante.

Formado nas categorias de base do Timão, Jô ficou até 2005 na equipe, sendo campeão paulista em 2003 e brasileiro em 2005. Em 2017, ele voltou e também foi campeão dos dois torneios.

O jogador foi contratado pelo Nagoya Grampus em 2017 por 10 milhões de dólares e teve bom início pelo clube, sendo artilheiro do Campeonato Japonês em 2018, com 24 gols.

Foto: Marcos Ríbolli